ADMINISTRAÇÃO DE CONFLITOS: O GRANDE DESAFIO.

02/03/2010 13:58

Quem não passou por uma reunião? Não me refiro apenas as reuniões de trabalho, mas também as reuniões de faculdade, de colégio, de time...onde um número de pessoas se reune com o propósito de alcançar uma meta. Pessoas diferentes, com visões diferentes, idéias diferentes, mas com um mesmo desejo...O SUCESSO! Dificilmente esse grupo fará uma reunião sem passar por conflitos. E isto é excelente! Quando existem idéias diferentes, geralmente existe um conflito, e o conflito se dissipa no momento em que as partes entram em um consenso, muitas vezes aproveitando o melhor de ambas as idéias.. Porém, caso o mediador não consiga manter o foco no projeto, a reunião tende a ficar longa, os ânimos podem ficar exaltados, e o resultado pode ser exatamente o inverso. Ao invés do sucesso do projeto, culmina com o fim do mesmo, antes de se quer ser iniciado. Vejamos um exemplo: Quando se inicia a elaboração de um projeto, geralmente utilizamos a dinâmica da tempestade cerebral. Nesta se sabe onde se quer chegar, e cada um indica um caminho de como fazê-lo, considerando as limitações existentes. Já vi projetos sucumbirem nessa fase. Motivo: Um dos membros do grupo queria a todo o custo impor a sua idéia aos demais membros. Para ser ainda mais desastroso, ao invés de ouvir as idéias dos demais, simplismente debochava, desmerecia, e chegava ao cúmulo de insultar as idéias que divergiam da sua. A discussão se tornou por demais acalorada, e culminou no fim da sociedade, antes mesmo do projeto ganhar forma. Pior, resultou no fim da amizade entre duas pessoas, que até então, tinham muita afinidade. Administrar conflitos significa conduzir as divergências de forma que elas se convertam no melhor caminho para alcançar o sucesso. Esse desafio esta presente no dia a dia das organizações. Atribuo o sucesso da administração de conflitos a saber ouvir. Isto mesmo. Quem fala, querendo ou não, expõe sua maneira de pensar, de ver o mundo, e passa informações preciosas para um contra-argumento. Quem ouve tem tempo de entender os anseios do locutor, e formular uma estratégia ganha-ganha (onde ambas as partes ficam satisfeitas). Para que os conflitos sejam devidamente administrados sugiro: 1. Ouvir atentamente o grupo; 2. Expor claramente a sua idéia; 3. Respeitar as divergências; 4. Promover uma negociação ganha-ganha. Lembre-se: Os grandes negociadores, em geral são pessoas educadas, carismáticas, e bem humoradas. Isto não é um dado aleatório. Essas características os tornam mais persuasivos. Geralmente optam pela estratégia ganha-ganha, e dão uma sensação de segurança, e de conforto ao grupo com o qual negociam. Já os que não sabem ouvir, que são arrogantes, e mal humorados, criam uma barreira logo no início da negociação. Suas idéias são recebidas pelo grupo com desconforto, dão ao grupo a impressão de que querem levar vantagem, e por este motivo têm uma dificuldade muito maior de persuadir quem quer que seja. Para conquistar a confiança de alguém, é preciso primeiro confiar. Para ter o seu ponto de vista aceito, é preciso aceitar que existem outros pontos de vista. Isto não significa que você não defenderá a sua idéia, mas não deve negar que as outras idéias podem ter pontos positivos. Não faça aos outros, o que não quer que façam com você. Respeito é fundamental em qualquer relação, e negociações pautadas nele se tornam muito proveitosas, para todos os negociadores. Por fim, administrar conflitos é sim um grande desafio, não só na vida profissional, mas na pessoal também. Mas uma vez vencido este desafio, você terá as chaves do sucesso em suas mãos.

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!